Faith

Eu gosto do seu cinismo, da sua atmosfera indignada,
da sua mão por baixo da minha saia rodada,
eu me aproximo e te abraço
e você se desfaz.

Eu gosto do seu corpo magro, adaptado ao balcão,
inclinado, cansado, partido ao meio, quebrado,
eu olho fundo nos seus olhos
e você se desfaz.

Eu gosto do seu jeito rude, do seu desequilíbrio mental,
do seu semblante falido, como águas caindo, mudo, enfurecido,
eu falo bem baixinho o seu nome
e você se desfaz.

Eu gosto do seu sorriso alcoolizado, gratuito às putas da cidade,
do gosto de dromazepan depois das duas da manhã,
eu me deito ao seu lado
e você se desfaz.

Eu gosto da sua pele áspera e parda, das suas palavras
postas em pilhas e ditas em um ritmo esquizofrênico,
eu te amo na cama feito bicho
e você se desfaz,

tudo isso é pura poesia baby,

tudo isso tem um pouco de loucura baby,

tudo isso tem um pouco de amor.

Elisa Bartlett (via oxigenio-dapalavra)
Admito que machucou, que doeu, que me sufocou. Admito que eu não sabia pra onde correr. Admito que me consumiu, que me corroeu, que me despedaçou. Mas também admito me fez olhar pra frente e entender que tudo nessa vida tem uma razão, e que se você se machuca muito, começa a não doer tanto.
Tati Bernardi. (via subtraido)
Porque quando eu sou fraco, então eu sou forte.
2 Coríntios 12:10.     (via promisse)
Porque quando eu sou fraco, então eu sou forte.
2 Coríntios 12:10.     (via promisse)
Se foi amor eu não sei, mas me acalmou, me fez bem, isso já era o suficiente pra mim, um peito para repousar minha cabeça cançada. Por que acabou? Talvez pelo mesmo motivo que começou, o desejo era maior que o sentimento.
Me confundiram com Elizabeth.     (via oxigenio-dapalavra)
phfok:

✖ Vertical photographs blog ✖
Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra.
De árvores alheias.
Fernando Pessoa. (via oxigenio-dapalavra)
As pessoas vêem estrelas de maneira diferente. Para aqueles que viajam, as estrelas que são guias. Para outros, elas não passam de pequenas luzes. Para os sábios, elas são problemas. Para o empresário, eram ouro. Mas todas essas estrelas se calam. Quando olhares o céu de noite, eu estarei habitando uma delas, e de lá estarei rindo, então, será para ti, como se todas as essas rissem!
O Pequeno Príncipe.   (via sinuosa-mente)